O vento mudou ou fomos nós?

 

Academia Virtual de Letras António Aleixo

Patrono: Frei José de Santa Rita Durão

Acadêmico: Mauricio Duarte

Cadeira: 39

Acadêmico Vitalício




O vento mudou ou fomos nós?


Estranho como o vento mudou...

Estão todos imaginando.

O barco não vai ao horizonte.

O barulho do mar não se ouve.


Estrelas à noite não há.

Tudo plástico e dura pouco.

Este vento é que não é igual ao antes

Está selvagem (sempre foi?)


Caleidoscópio do hoje atual.

Nada se coaduna com nada.

Nós somos a pedra e a flor ainda.

Mas o vento não; o vento mudou...


Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MEU BOTÃO DE AZALEIA . Poesia . Júnio Liberato

NOSSOS CONTATOS

ARTE-ENLEVO . Abordagem de Análise Estética e Filosófica . Mauricio Duarte